Anterior


40 tenentes-coronéis concluem o Curso Superior de Polícia Militar

28/03/2018

Anterior

Próxima


Coronel Alírio Villasanti participa de reunião sobre Sistema Único de Segurança Pública em Brasília

29/03/2018

Próxima
29/03/2018
Reajuste 3.04% é inaceitável para policiais e bombeiros militares
Por: AOFMS

 

Após solicitação de reunião com Governo do Estado na semana passada para que fosse discutido o reajuste salarial, membros do Fórum dos Servidores de Mato Grosso do Sul foram convocados pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), nesta semana, para apresentação de uma proposta de reajuste salarial aos servidores. O presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais de MS (AOFMS) e um dos coordenadores do Fórum, coronel Alírio Villasanti, esteve presente no encontro.  

 

Durante a reunião o secretário da SAD, Carlos Alberto Assis, anunciou a proposta para aplicação do índice de 3.04%, de ajuste geral nos salários a partir deste ano de 2018 conforme projeção do IPCA para abril e a manutenção do abono de R$ 200,00.

 

 

Para o coronel Alírio Villasanti, a proposta é absurda, pois não atende os anseios dos militares estaduais, “são três anos de perdas salariais, em 2015 não tivemos reajuste salarial, em 2016 os servidores receberam apenas um abono de R$ 200 e em 2017, o índice foi de 2,94%, bem abaixo do 7,31%, média da inflação anual nos últimos três anos, o que condensa 23% de defasagem no triênio”.

 

O presidente da AOFMS também pondera o infeliz argumento sustentado pelo Governo que tem ofertado promoções à tropa. “Tenho reiterado que promoção é direito garantido em lei dos policiais e bombeiros militares, não pode ser objeto de barganha. A mensagem que o Governo nos deixa é que concedida as promoções, não merecemos valorização salarial. Não devemos aceitar essa postura, vamos continuar unidos e atentos contra essa falácia.”

 

Após solicitação de reunião com Governo do Estado na semana passada para que fosse discutido o reajuste salarial, membros do Fórum dos Servidores de Mato Grosso do Sul foram convocados pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), nesta semana, para apresentação de uma proposta de reajuste salarial aos servidores. O presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais de MS (AOFMS) e um dos coordenadores do Fórum, coronel Alírio Villasanti, esteve presente no encontro.  

 

Durante a reunião o secretário da SAD, Carlos Alberto Assis, anunciou a proposta para aplicação do índice de 3.04%, de ajuste geral nos salários a partir deste ano de 2018 conforme projeção do IPCA para abril e a manutenção do abono de R$ 200,00.

 

Para o coronel Alírio Villasanti, a proposta é absurda, pois não atende os anseios dos militares estaduais, “são três anos de perdas salariais, em 2015 não tivemos reajuste salarial, em 2016 os servidores receberam apenas um abono de R$ 200 e em 2017, o índice foi de 2,94%, bem abaixo do 7,31%, média da inflação anual nos últimos três, o que condensa 23% de defasagem no triênio”.

 

O presidente da AOFMS também pondera o infeliz argumento sustentado pelo Governo que tem ofertado promoções à tropa. “Tenho reiterado que promoção é direito garantido em lei dos policiais e bombeiros militares, não pode ser objeto de barganha. A mensagem que o Governo nos deixa é que concedida as promoções, não merecemos valorização salarial. Não devemos aceitar essa postura, vamos continuar unidos e atentos contra essa falácia.”








Deixe seu comentário






Endereço

Rua Wagner Jorge Borttoto Garcia, Nº 2250, Jardim Veraneio
Campo Grande - MS - 79036-050
Tel: (67) 3326-4096/(67) 9 9297-9233 clubedosoficiais@uol.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.