Anterior


Entidades realizam segunda audiência de Sessão de Mediação no TJMS

27/10/2017

Anterior

Próxima


Ação social – Polícia Militar convida a todos para evento beneficente

30/10/2017

Próxima
29/10/2017
Contra reposição salarial governo alega que tem valorizado policiais e bombeiros militares
Por: AOFMS

A Associação dos Oficiais Militares Estaduais de MS (AOFMS), na tarde desta sexta-feira (27.10), participou da segunda audiência de Sessão de Mediação no Tribunal de Justiça de MS (TJMS), para tratar das perdas remuneratórias da categoria acumuladas desde 2015 e da correção salarial 2017. Também estiveram presentes as entidades representativas dos policiais e bombeiros militares ABSSMS, ASPRA e a AOCBM-MS.

 

Na ocasião o TJMS, por intermédio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), realizou o procedimento de mediação processual entre o Poder Executivo Estadual e Associações Classistas.

 

Representando o Governador Reinaldo Azambuja, o Secretário de Administração do Governo do Estado, Carlos Alberto de Assis, argumentou contra os interesses dos militares estaduais, sustentando que o governo tem valorizado a categoria ao conceder inúmeras promoções e ao entregar viaturas.

 

Para o presidente da AOFMS é um equivoco o posicionamento do Secretário de Estado. “Entendemos que promoção funcional é um direito garantido em lei, independe de vontade de governo, e quanto às viaturas, só fizeram a reposição das viaturas velhas, sem condições de uso”, pontuou o coronel PM Alírio Villasanti.

 

As entidades lembram que reposição inflacionária é um preceito constitucional e que no período já esta acumulada em 23% (IPCA). “Infelizmente as atitudes deste Governo mostram a falta de respeito e de valorização. Prova disso que agora está fazendo a reforma da previdência sem ouvir os servidores. Será mais um prejuízo entre muitos que já tivemos nos últimos três anos”, lamenta o presidente da AOFMS.

 

 

Na mediação, mesmo diante dos argumentos contundentes das Associações, não foi possível um acordo em relação ao pedido inicial de reposição salarial e perdas inflacionárias. Pelo governo foi apresentada a proposta de participação dos representantes das entidades em reuniões da Comissão de Reestruturação da Carreira dos Militares Estaduais. “Ainda não tem um prazo para ser apresentado e efetivado os trabalhos da tal comissão de reestruturação, é mais uma falácia”, disse o coronel Alírio Villasanti.

 









Deixe seu comentário






Endereço

Rua Wagner Jorge Borttoto Garcia, Nº 2250, Jardim Veraneio
Campo Grande - MS - 79036-050
Tel: (67) 3326-4096/(67) 9 9297-9233 clubedosoficiais@uol.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.