Anterior


NOTA DE REPÚDIO - ASPRAMS

12/07/2017

Anterior

Próxima


Coronel da PM depõe na corregedoria após discurso em protesto por reajuste

18/07/2017

Próxima
12/07/2017
Amordaçados, servidores de MS fazem protesto contra 'cala boca' em coronel da PM

Líder se comprometeu a dialogar com o governo para resolver a situação
Por: Airton Raes - TopMídiaNews

Foto: André de Abreu

Representantes do Fórum Estadual de Servidores realizaram protesto na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, contra a sindicância aberta em desfavor de Alírio Vilassanti. O líder do governo, deputado Rinaldo Modesto (PSDB), se comprometeu a dialogar com o governo para resolver a situação.

 

Os servidores estaduais apareceram no plenário da Casa de Leis amordaçados com panos na boca, em referencia a suposta tentativa de censura contra as reivindicações salarias do funcionalismo estadual.

 

O Comando Geral da Polícia Militar instaurou sindicância contra Vilassanti após pronunciamento em ato em frente a governadoria contra a falta de reajuste salarial dos servidores estaduais. O coronel é presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar.

 

Os representes do Fórum Estadual de Servidores conversaram com o Rinaldo Modesto que se prontificou a intermediar a situação. “Fiquei sabendo ontem a noite da situação e vou entrar em contato com o Governo para que o caso seja resolvido”, disse o deputado.

 

Os servidores também pediram ajuda de Modesto na intermediação em uma possível desocupação forçada pela Tropa de Choque da polícia Milita no acampamento montado pelo Sindicato da Polícia Civil em frente a Governadoria, criando tensão entre as categorias. “Vamos distencionar isso”, garantiu o Líder do Governo.  








Deixe seu comentário






Endereço

Rua Wagner Jorge Borttoto Garcia, Nº 2250, Jardim Veraneio
Campo Grande - MS - 79036-050
Tel: (67) 3326-4096/(67) 9 9297-9233 clubedosoficiais@uol.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.