Anterior


Coronel Alírio Villasanti é reconduzido à presidência da AOFMS

15/04/2016

Anterior

Próxima


Presidente da AOFMS visita gabinete do deputado estadual coronel David

27/04/2016

Próxima
19/04/2016
Entrevista ao programa BOCA DO POVO
Por: Por B. de Paula Filho

Confira na íntegra a entrevista concedida pelo presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais (AOFMS), coronel PM Alírio Villasanti Romero, ao programa BOCA DO POVO pela Super Jovem RÁDIO DIFUSORA (AM-1240KHz).


ALÍRIO VILLASANTI ROMERO: Coronel da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, de tradicional família de militares neste Estado, foi reconduzido na sexta-feira (14) à presidência da Associação do Clube dos Oficiais através de uma ‘chapa única’, de consenso entre todos os associados. Grande lutador pelos direitos classistas da Categoria, foi entrevistado na terça-feira (11) no programa BOCA DO POVO pela Super Jovem RÁDIO DIFUSORA (AM-1240KHz).


Por B. de Paula Filho


Boca: Como vai a Associação dos Oficiais?


Cel. VILLASANTI – “Muito bem. É nosso repouso do guerreiro, onde nos encontramos juntamente com nossas famílias para diversos congraçamentos, reuniões sociais, jogar futebol e ampliar a nossa convivência mediante promoções culturais e esportivas. Avançamos na reestruturação do salão, reformamos a pousada, e estamos orgulhosos do nosso Complexo Esportivo, entre outras benfeitorias. Avançamos muito no mandato anterior, mas faremos muito mais. Podem apostar nisso”.


Boca: Como está a questão da PL 257?

Cel. VILLASANTI – “Temos como prioridade a questão representativa, tanto na esfera estadual, quanto na federal. Estivemos semana passada em Brasília, na grande discussão sobre a PL-257, que trata da renegociação da dívida dos estados, com ingerência muito grande no aspecto de querer tirar direitos dos nossos policiais e bombeiros militares”.


Boca: E a questão salarial aqui no Estado?
Cel. VILLASANTI – “Estamos em negociação salarial com o Governo do Estado. Tivemos uma reunião na segunda-feira (11). Não se pode condenar o funcionalismo público devido ao problema econômico reinante. Não fomos nós que criamos essa situação, e não podemos jamais perder as nossas conquistas”.


Boca: Se associa quem quiser, ou existe uma obrigatoriedade dentro do oficialato?
Cel. VILLASANTI – “O nosso sócio é voluntário. Associa-se de forma facultativa, mas todos compreendem a importância disso para a nossa classe. A maioria dos oficiais é de sócios, inclusive muitos bombeiros, que é uma classe saída dos quadros da nossa Polícia Militar. Somos uma grande família. Hoje o Clube dos Oficiais é um importante ponto de encontro da Família Militar deste Estado, onde discutimos nossas aspirações e desejos».


Boca: Há expectativa de evolução nas negociações salariais com o Governo do Estado?
Cel. VILLASANTI – “Estivemos reunidos em assembleia unificada com as categorias de servidores, e de forma unânime foi rejeitado o ‘bônus’ de 200 reais. Na segunda-feira (11), novamente estivemos reunidos e não chegamos a qualquer decisão, mas teremos outra reunião para a próxima segunda-feira (18) para nova tratativa. Estamos negociando, conversando com o governo e esperamos avanço nesses valores, vez que a atual proposta definitivamente não atende as nossas necessidades. Bônus não é salário, e pode ser retirado a qualquer momento».


Boca: Existe boa vontade do Governo Estadual na tratativa desse assunto?
Cel. VILLASANTI – “Bônus não dá substância porque não é incorporado ao salário. O governo tem aberto discussão para especificidades de cada categoria, mas é preciso saber o que elas querem para avançar na melhoria de seus planos de carreiras. Estamos trabalhando e nutrimos esperança de que, até o mês de maio, possamos evoluir nesse sentido. Mesmo com a questão da crise que enfrentamos no Estado e no País, o caminho é o diálogo. Entendemos que o momento é complexo e emblemático, mas temos esperanças».


Boca: Numa entrevista recente aqui na Difusora, o deputado Luiz Mandetta disse que a proposta da PL 257 não vai ser aprovada…
Cel. VILLASANTI – “Quando estivemos reunidos em Brasília com todas as categorias do Brasil e com vários deputados da nossa Bancada, o deputado Mandetta estava presente e ouviu nosso pleito, e colocamos a condição dos funcionários públicos do Brasil. Se a PL 257 for aprovada será um ‘desastre’ para o servidor público, especialmente para a nossa categoria, pois não sabemos onde isso poderá parar”.


Boca: Suponhamos que a PL 257 seja aprovada. O que poderá acontecer?
Cel. VILLASANTI – “Pode levar a muitas consequências desastrosas para o funcionalismo público, principalmente para os policiais militares e bombeiros. Essa lei ataca a nossa previdência, aumentando a nossa alíquota previdenciária. Ataca a questão do aumento salarial, o aumento de nosso efetivo e acaba com uma série de direitos conquistados à duras penas e muitas lutas nesses últimos anos».


Boca: Mas já tem gente ‘se mexendo’ no Planalto para que a PL 257 não seja aprovada…

Cel. VILLASANTI – “É necessário que o Governo Federal tenha maturidade para tratar deste assunto. É preciso ouvir as lideranças, deputados e senadores. Recebemos informações de que o relator da matéria, deputado Esperidião Amin, entrou com uma emenda substitutiva para retirar o questionamento que se refere aos servidores públicos, para que possamos fazer valer nossos direitos conquistados nestes últimos anos».


BOCA- Parabéns pela recondução à presidência da Associação dos Oficiais, e desejamos-lhe felicidades e muitas realizações.
Cel. VILLASANTI – “Obrigado pela amizade e respeito que BOCA DO POVO e a RÁDIO DIFUSORA sempre tiveram para com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e particularmente à minha pessoa e aos meus irmãos. Como gestores precisamos cada vez mais dos meios de comunicação para informar e fazer conhecer sobre nossas atividades, e também saber o que se passa em nossa sociedade e instituições, papeis cumpridos com eficiência, respeito e credibilidade por vocês. Agradeço a oportunidade e espero voltar novamente para prestar contas de nosso trabalho. Muito obrigado”.


http://bocadopovonews.com.br/








Deixe seu comentário






Endereço

Rua Wagner Jorge Borttoto Garcia, Nº 2250, Jardim Veraneio
Campo Grande - MS - 79036-050
Tel: (67) 3326-4096/(67) 9 9297-9233 clubedosoficiais@uol.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.